PorkWorld - O Mega Portal da Suinocultura Brasileira

Dália Alimentos celebra 70 anos

Evento foi marcado pela emoção, por homenagens e pelo lançamento do livro “Destemidos”...

Segunda-feira, 19 de Junho de 2017 às 09h53

Dália Alimentos celebra 70 anos
Dália Alimentos celebra 70 anos
Dália Alimentos celebra 70 anos
Dália Alimentos celebra 70 anos

Ano de 1947, domingo, dia 15 de junho. Ano de 2017, quinta-feira, dia 15 de junho. Duas datas separadas por uma linha de tempo pautada por fatos que assinalaram a trajetória da Dália Alimentos. Setenta anos se passaram e o mesmo dia foi festejado com euforia por 387 destemidos suinocultores que fundaram a cooperativa, além de 600 convidados, na sede do Sicredi Região dos Vales. A noite foi assinalada pela emoção e teve em seu protocolo uma recepção única do presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini e do presidente Executivo Carlos Alberto de Figueiredo Freitas. Sobre o palco, sentados de frente para a plateia, eles receberam os convidados de forma diferenciada. Em tom de bate-papo descontraído, apresentaram a trajetória da Dália Alimentos alicerçada em um paralelo entre passado, presente e futuro, enaltecendo projetos, ações, associados, funcionários, clientes e parceiros. Também deixaram uma mensagem sobre o atual momento e cenários econômico e político brasileiro.

Como ocorre em eventos de grande relevância protagonizados pela cooperativa, foi concedido o Troféu Dália a dez personalidades que deixaram marcas expressivas para a cooperativa e para o cooperativismo. Foram agraciados com a outorga os ex-funcionários Eloi Blomker, Luiz Henrique Kaplan e Nemir Lorenzi; os ex-conselheiros de Administração Eusébio Morsch, Lidenor Giliotto e Rubino Rahmeier; o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra; o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas; o coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas e Embaixador Especial do Cooperativismo, Roberto Rodrigues; e a Guapo Representações, representada pelo diretor Marcelo Vieira.

Piccinini descreveu o momento como o resgate do passado, a vivência do presente e a projeção do futuro. “Reunimos pessoas especiais num momento de comemoração. Estas pessoas representam todas as famílias associadas e também as de funcionários, parceiros e clientes que tem participação ímpar e contribuição notória para que a Dália Alimentos chegasse às sete décadas desta maneira: forte e desenvolvida”, frisou. Freitas enfatizou que a noite foi de festa, em todos os sentidos. “A equipe organizadora se esforçou ao máximo para que estes 70 anos fossem comemorados de forma singular. À medida em que o evento acontecia era possível sentir a energia positiva que contagiava todos os presentes. Nos discursos proferidos, a reflexão e o norte sobre o agronegócio no país e, principalmente, sobre os valores da sociedade brasileira”, afirmou.

A história da Dália Alimentos é rica em fatos e situações, com algumas características peculiares:  o destemor daquele grupo que há 70 anos acreditou que juntos seriam mais fortes. A mesma coragem de outro grupo, 40 anos depois, que reinventou a Dália, buscou a inovação e repaginou o pioneirismo dos fundadores, para assegurar, inicialmente, sua continuidade e depois, seu crescimento, para então inovar seus processos e sua gestão, com o objetivo de obter rentabilidade, e, com isso, permitir o cumprimento de sua missão. Este é, em síntese, o registro histórico da cooperativa.

A Dália Alimentos dispunha da história e a Três Tempos oportunizou as ferramentas para eternizá-la em uma obra intitulada “Destemidos: O Espírito Cooperativista dos Probos de Rochdale ao Empreendedorismo Neocooperativista da Dália Alimentos”, que foi lançada durante a noite. Os historiadores Tânia e Charles Tonet apresentaram um registro que oportuniza conhecer também a história do cooperativismo e a inserção da Dália nesse contexto. Logo após o lançamento do material, um exemplar do livro foi entregue aos sócios fundadores Albino Dalla Vecchia e Rogero Togni. Eles também receberam uma homenagem especial e foram agraciados com um relógio de bolso emblemado com o logo Dália 70 anos. A esposa do sócio fundador, Lévide Zuchetti, também foi agraciada com um relógio simbolizando o tempo e sua importância na vida de uma pessoa e de uma empresa. Ao final, todos os convidados foram recepcionados em um coquetel servido em um cenário alegre, florido, criativo e com as cores e energia da Dália Alimentos. Na saída, todos os presentes foram agraciados com um exemplar do livro Destemidos, autografado pelos autores.

Fonte: Assessoria de Imprensa

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira